• Divulgue sua Cidade, insira a widget abaixo do Portal Turístico em sua home page.



Notícias

Nesta quarta feira começou a exposição itinerante “A Mata atlântica é Aqui".
Caminhão com atividades gratuitas sobre educação ambiental estará na Praça Olímpica, em frente à Maria Torta de 7 a 11 de março


Teresópolis, 05 de março de 2012

A exposição ‘A Mata Atlântica é Aqui!' chegou a Teresópolis na próxima quarta (7), e fica na cidade até o dia 11 de março. A mostra está montada em um caminhão adaptado para atividades de preservação ambiental como sessões de vídeo/cinema com temas socioambientais; tendas com atividades lúdicas para sensibilização de crianças com foco na Mata Atlântica; oficinas de plantio; jogos educativos; palestras; entre outras ações. As atividades são gratuitas e abertas ao público de todas as idades.

O objetivo é levar educação e conscientização ambiental para todos os lugares onde ocorre o bioma, como acontece em Teresópolis, estimulando a população a aprender sobre a Mata Atlântica e como preservar o que resta dela.

No dia 7, a programação começou às 11h e vai até 16h e, entre os dias 8 e 11, das 10h às 16h. A edição de março do projeto Quartas Ambientais também terá como tema a Mata Atlântica. No dia 7 apalestra foi ministrada por um representante da Fundação SOS Mata Atlântica, no Teatro Municipal. Os organizadores vão divulgar a programação diária e os horários de cada atividade em breve.

•A Mata Atlântica é Aqui!

Em 2009, a Fundação SOS Mata Atlântica lançou, no Viva a Mata, o projeto A Mata Atlântica é Aqui! – Exposição Itinerante do Cidadão Atuante. O programa percorre diversas cidades da Mata Atlântica em todo o país, durante todo o ano, levando educação e conscientização ambiental à população local e regional. O caminhão adaptado para o projeto permanece em cada cidade de uma a duas semanas, período em que a equipe de biólogos e educadores ambientais da ONG promove palestras, oficinas, jogos educativos, apresentações artísticas, análise de água de rios da região, entre outras ações. Em cada local, a equipe reforça que a conservação ambiental contribui não só para a qualidade de vida, como também para a economia da cidade. Por exemplo, a diminuição de áreas preservadas pode agravar catástrofes naturais, como deslizamentos de terra e alagamentos, principalmente em territórios próximos às áreas urbanas, além de causar danos à população. Em cada cidade são coletadas amostras dos rios locais para o monitoramento da qualidade de suas águas.