• Divulgue sua Cidade, insira a widget abaixo do Portal Turístico em sua home page.



Notícias

Caminhada antidrogas alerta sobre riscos e importância da prevenção

Teresópolis, 28 de junho de 2012

Dezenas de pessoas participaram da “2ª Caminhada pela Vida”, realizada no último sábado, dia 23. Com concentração na Praça Olímpica e seguindo o trajeto pelas avenidas Lúcio Meira e Feliciano Sodré, os participantes abordaram a questão da conscientização da sociedade quanto aos perigos das drogas. A ação marcou a Semana Nacional Sobre Drogas e contou com o apoio da Prefeitura de Teresópolis.

A caminhada tem o objetivo de ressaltar a importância da preservação da vida. “A vida é o nosso bem único e entendemos que é muito mais válido trabalharmos com a prevenção do que com tratamento, não esquecendo de envolver a família neste processo”, destacou Leda Bioni, presidente do Conselho Municipal Antidrogas e Assistente Social da Secretaria Municipal dos Direitos da Mulher. “A questão das drogas é epidêmica. Trabalhamos com adolescentes e entendemos que a conscientização é que faz com que as pessoas percebam o que está acontecendo. Com esta caminhada, queremos chamar atenção da sociedade, mostrar que o problema está presente em todas as camadas sociais”, complementou Elza Pacheco, vice-presidente do Conselho.

A atividade teve a participação de diversas organizações, como P3, Fazenda Esperança, Kairós, Amor Exigente e Centro de Recursos Integrados de Atendimento ao Adolescente (Criaad). A realização do evento ficou a cargo do Conselho Municipal Antidrogas (Comad).

Lançamento de cartilha

Na segunda-feira, 25, aconteceu na Escola Municipal Profª Neidy Angélica, em Vargem Grande, o lançamento da cartilha “Tudo o que você pensa que sabe sobre drogas”. A atividade foi promovida pela Vara da Infância, da Juventude e do Idoso de Teresópolis. O lançamento tem o apoio do Comad e da organização social Amor Exigente, entre outras instituições. A ação contou com apresentação teatral, musical e grafite.

Para Vânia Gonçalves, Juíza da Vara da Infância, da Juventude e do Idoso, a iniciativa serve para conscientizar pais, alunos e crianças a não utilizarem nenhum tipo de droga. “Temos um índice muito grande de crianças e adolescentes que estão utilizando drogas ilícitas, como a maconha, e lícitas, como cigarro e álcool. Este trabalho serve para mostrarmos que todo tipo de droga faz mal para o organismo e para a psique. Com a cartilha pretendemos trabalhar com as crianças, os adolescentes e também os pais”, explicou a Juíza Vânia Gonçalves.

O material foi editado pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro em parceria com a Faperj – Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro, Faculdades Integradas Hélio Alonso e a organização social Prisioneiros das Drogas. Os exemplares serão distribuídos em todo o estado e o objetivo é divulgar, informar e auxiliar na formação de opinião, prevenindo, assim, o uso de drogas.

 

.